quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

FOTOS DOS ÚLTIMOS GUERREIROS DO IMPÉRIO A DEIXAR O DULOMBI

A saída dos últimos elementos da 1ª CCAÇ /BCAÇ4518/73, os nossos "Piras"(O adeus dos últimos soldados do Império português) ao nosso Dulombi.
Elementos da 1ª CCAÇ do BCAÇ4518/73 e guerrilheiros do PAIGC-Dulombi, após 25 de Abril. Segundo refere o A. Morais, parece que nem sabiam onde era o Dulombi e foram convidados pelos nossos a vir ao quartel, após terem contactado com a população num dos trilhos de acesso (falavam em francês entre eles (seriam soldados da Rep. Guiné-Conakri!!!).

A 1ª visita de elementos do PAIGC ao Dulombi, depois do 25 de Abril, aqui com 5 dos Homens Grandes da Tabanca.

Um dos morteiros 81mm do Dulombi em acção.

Muito possivelmente a PPSH-41-"Costureirinha" apreendida a um guerrilheiro do PAIGC, em 8 de Março de 1973 e que o Alf. Dias transportou, posteriormente, para Galomaro.
Piras da 1ª CCAÇ nas matas do Dulombi (ainda muito fresquinhos!).

O António Morais com uma Kalash AK-47.

O Morais com o cão que foi do Costa, (o nosso amigo alentejano e cantineiro da CCAÇ3491), o qual foi mais tarde abatido (ao que parece já em Galomaro).

O A. Morais e o Fur. Cariru das Trms da 1ª CCAÇ/BCAÇ4518/73. Por trás podemos obervar as antigas instalações da secretaria, quarto do capitão, quartos dos alferes, quartos dos furriéis e quarto do 1º Sargento.

O António Morais com o Jamanca e a família.

O António Morais e o caçador Jamanca a atravessarem a parada do Dulombi para irem ao mato recolher um javali abatido por este último. Ao fundo vê-se o abrigo onde estava instalado o paiol e à frente a casa do gerador.


Apelidado pelos elementos da 1ª CCAÇ, como "Um filho da CCAÇ3491" (parece ser o Samba Djuma!).

O camarada António Morais na porta principal do aquartelamento do Dulombi, com a tabuleta que assinalava a "zona" de perigo, de onde surgiam os ataques do PAIGC.


A despensa do Dulombi (que diferença dos nossos tempos!).

Os 12 elementos da 1ª CCAÇ/BCAÇ4518/73, que ficaram no Dulombi, após a retirada da companhia para Nova Lamego.

O camarada António Morais da 1ª CCAÇ do BCAÇ4518/73 (que nos substituiu no Dulombi), remeteu-nos algumas das suas fotos, dos últimos tempos que passaram no Dulombi. A companhia tinha saído para ir intervir na zona Leste (Nova Lamego) e ali deixaram 12 elementos, que tiveram de se "orientar", até sairem definitivamente do aquartelamento. Foram autenticamente abandonados pelo batalhão, segundo relato pelo próprio no blogue dos nossos velhinhos - a CCAÇ2700.
Ao António Morais os nossos agradecimentos e temos a certeza de que gostaríamos de contar com ele no nosso próximo encontro, para melhor nos contar das suas "aventuras", após a nossa saída do Dulombi.
Luís Dias















1 comentário:

JanuskieZ disse...

Hi... Looking ways to market your blog? try this: http://bit.ly/instantvisitors