terça-feira, 11 de março de 2014

A OPERAÇÃO "ALMA FORTE", O NOSSO PRIMEIRO CONTACTO COM O IN

JÁ SE PASSARAM 42 ANOS, MAS AINDA ME LEMBRO E BEM, DA PRIMEIRA EMBOSCADA/CONTACTO COM OS GUERRILHEIROS DO PAIGC.


Em 11 de Março 72, no dia seguinte à saída da CCAÇ 2700, o 2º e 3º GC, reforçados por 1 Secção do Pel.Mil. 288, iniciaram a Operação "Alma Forte", com a duração de dois dias (Sábado e Domingo), com a finalidade de reconhecer e armadilhar os pontos de passagem do IN no Rio Corubalo.  A operação era comandada pelo Alferes Mil~, L. Dias (2º GC). Nesse dia, depois de invertermos a marcha, pelas 18h30, quando parámos para descansar junto ao Rio Lemenei/Paiai Lemenei, uma zona de mato denso e arborizado, tivemos o nosso primeiro contacto com o IN, estimado em 40/50 elementos. Nos primeiros momentos de troca de tiros houve alguma dificuldade na resposta ao fogo do adversário, que utilizava armas automáticas e roquetes/morteiros, em especial na utilização dos nossos morteiros e dos dilagramas, devido às condições adversas do local. Só quando conseguimos sair daquela mata e depois de lançarmos várias granadas de morteiro 60 mm, que terão atingido fortemente o adversário é que este iniciou a retirada, a coberto da noite que, entretanto, tinha caido.

Devemos salientar nesta emboscada a actuação do Furriel do 2ºGC, Espírito Santo, que fixou com a sua Secção o fogo inimigo, permitindo a saída do restante pessoal e a actuação do soldado At. Manga Camará do 3º GC, que tomando conta do morteirete de 60 mm, colocou-o à barriga (um feito difícil de acreditar para quem não viu) e disparou diversas granadas que mudaram o rumo dos acontecimentos. Também de salientar a actuação do 1º Cabo Amílcar Costa, também do 2ºGC, que, alertado por um camarada (o "Amarante"), avistou um elemento IN e foi o primeiro elemento da nossa companhia a efectuar fogo sobre os guerrilheiros, com a sua Met. Lig. HK21, só parando quando a mesma se encravou por problemas na fita alimentadora.

Do confronto resultou para o IN, pelos vastos vestígios de sangue encontrados, pelo material diverso abandonado e pela rádio do PAIGC (que confirmou baixas, o que era raro), sofreu baixas não controladas e a apreensão de 11 granadas de RPG7 /RPG2, entre outro material e equipamento. As nossas forças sofreram dois feridos ligeiros e a sorte de outros elementos terem recebido tiros que lhes atravessaram os cantis, os carregadores, as camisas ou dólmens....enfim, uma ajuda vinda dos Céus!!!

Pelo reconhecimento feito posteriormente ao local, julgamos que o IN estava naquela zona a descansar, para mais tarde ir flagelar o quartel do Dulombi e ao aperceber-se da nossa presença iniciou manobras de envolvimento para nos atacar.

Esta acção mereceu das diversas cadeias de comando as seguintes referências elogiosas:

-Do Cmdt BCAÇ 3872 msg nº70/03:"Felicito êxito obtido. Transmita pessoal dessa minha satisfação";
-Do Cmdt CAOP2 (Agrupamento de Batalhões daquela área) msg nº952/0: "Felicito tão auspicioso começo";
-Do Cmdt Chefe -REP OPER msg nº984/C: "Cmdt Chefe (General António Spínola) felicita essa reacção à emboscada do In durante OP "Alma Forte", reveladora de determinação".


O 2º GC, passou a utilizar como lema, posto no seu "crachat", o nome da operação que provocou o 1º contacto com o IN - "Alma Forte". 


 E/D: Furriel, Espírito Santo; Alferes, Luís Dias e Furriel José Gonçalves
 O Crachat do 2º GC da CCAÇ3491
Elementos do 2º GC a preparararem-se para sair para uma emboscada nocturna em Galomaro/73.

1 comentário:

Andreia Silva disse...

Boa noite, encontrei este blogue só agora. Sou Andreia Silva, filha de Hermínio Silva escriturário do CCS do Bat.Caç. 3872, que este ano está a realizar o encontro anual de ex-camaradas. Foram enviadas as cartas, porém ainda poucas as respostas! Venho por este meio, se me permite -e já que o tema está relacionado com o seu blogue-divulgar o evento, que se irá realizar dia 26 de Abril de 2014 no Porto. A missa terá lugar na igreja de Ermesinde, e o almoço será de seguida no restaurante "o Vitor" em Milheirós, Concelho da Maia. Como habitual, estão convidados todos os amigos e familiares dos ex-combatentes. Pede-se a confirmação o mais brevemente possível, para os telefones 933256328 (meu) ou 922106395 ou 220992448. Aproveito para dar a conhecer um grupo existente no facebook dedicado ao bat. Caç. 3872 que se encontra no seguinte link: https://www.facebook.com/groups/641851815881570/?fref=ts
Muito Obrigada